História




Um sonho que se tornou realidade

Em 1987, o Ten Cel Int EURO BRASÍLICO MAGALHÃES, então representante da
CFIEAR, no VI COMAR, realizou pesquisas no mercado imobiliário de Brasília, para a
construção de moradias destinadas à venda aos servidores militares e civis do Ministério da
Aeronáutica .O resultado mostrou total inviabilidade pelo custo dos terrenos e da construção
civil em Brasília.
Após apresentação dos trabalhos e estudos por parte do atual BRIG Int Aer. JOÃO
CARLOS FERNANDES CARDOSO,o MAJ BRIG DO AR MURILLO SANTOS,então chefe do
Gabinete do Ministro da Aeronáutica,assinou o ofício No. 043/GM6/1033,de 22 de julho de
1988,que destinava áreas do VI COMAR ao desenvolvimento de projetos habitacionais.
Em 15 de Setembro de 1988,o primeiro despacho do VI COMAR ao gabinete do
Ministro,encaminhava estudos realizados pelo Ten Cel Int BRASÍLICO e pelo Ten Cel Eng
JOSÉ EDILBERTO LOUREIRO,referente a três projetos habitacionais assim discriminados:
Área I …… Área do VI COMAR, Ribeirão do Córrego Matagado e Cascalheira,próximo a QI 17

,sendo classificada como grupo I.

Área II …… Área do VI COMAR, próxima da linha férrea, junto à MSPW, classificada como

grupo II.

Área III …… Área do CINDACTA I,no Sítio do Gama, classificada como grupo III.
Para aprovação do projeto no Âmbito do Ministério da Aeronáutica,foi percorrido um
longo caminho,com vários pareceres técnicos assim descritos:
Em 11 de Setembro de 1988 do Gabinete do Ministro a Comando Geral de Apoio:
Em 05 de Outubro de 1988 do Comando Geral de Apoio a Subdiretoria de Patrimônio da
Aeronáutica;
Em 02 de Dezembro de 1988 da Subdiretoria de Patrimônio da Aeronáutica ao Instituto de
Aviação Civil;
Em 16 de Janeiro de 1989 do Instituto de Aviação Civil ao Departamento de Eletrônica e
Proteção ao Vôo;
Em 13 de Abril de1989 do Departamento de Eletrônica e Proteção ao Vôo ao Cindacta-1
tendo sido nesta data indicada outra área;
Em 24 de Maio de 1989 o Cindacta -1 devolve o parecer técnico ao Departamento de
Proteção ao Vôo, indicando a área IV atual Residencial Santos Dumont.
Em 05 de Junho de 1989, o Departamento de Eletrônica e Proteção ao Vôo encaminha a
Subdiretoria de Patrimônio da Aeronáutica a liberação da área IV.
Em 30 de Agosto de 1989, a Diretoria de Engenharia da Aeronáutica envia ao Comando
Geral de Apoio o Parecer Técnico com o seguinte resultado:
Área I …… com pendências
Área II …… aprovada
Área III …… aprovada

Em 04 de Setembro de 1989 o Comando Geral de Apoio remete ao Estado Maior da
Aeronáutica.
Em 26 de Setembro de 1989 inicia-se os primeiros contatos com o GDF ,através de um
Ofício do VI COMAR ao Governo do Distrito Federal solicitando aprovação da área IV.
Em 07 de Fevereiro de 1990 o Estado Maior de Aeronáutica encaminha o VI Comando
Aéreo Regional a aprovação das áreas.
Em 15 de Fevereiro de1990, o GDF propõe ao VI COMAR, a troca da área do Sítio do
Gama por uma área ao lado , em Santa Maria.
Em 28 de Março de 1990, o VI COMAR envia expediente a TERRACAP , aceitando a
troca.
Em 01 de Abril de 1990 , a TERRACAP remete ao VI COMAR um documento, na qual
indefere a troca.
Em 20 de Março de 1992 , o VI COMAR reapresenta o projeto ao GDF, ocasião em que
acontece uma reunião com o governador JOAQUIM DOMINGOS RORIZ.
Em 04 de Junho de 1992, através do Ofício no. 418/92 da Secretaria de Obras do GDF, a
Área IV é incluída no Plano de Desenvolvimento e Ordenamento Territorial – PDOT , com a área
de Zona Urbana.
Em Novembro de 1992 , inicia-se os Estados Preliminares e o Relatório de Impacto sobre
o Meio Ambiente – EPIA/RIMA.
Em 15 de Abril de 1993 , o VI COMAR encaminha a SEMATEC o EPIA/RIMA.
Em 10 de Agosto de 1993 , o VI COMAR , remete ao Gabinete do Ministro,a minuta da
Portaria Ministerial de aprovação do Projeto Habitacional Residencial Santos Dumont.
Em 15 de Dezembro de1993, recebe a concessão de Licença prévia da SEMATEC .
Nos anos de 1993 e 1994 , aconteceram várias reuniões no âmbito do Ministério da Aeronáutico
,com apresentações,sugestões,modificações e aprovação final do projeto.
Em 01 de Fevereiro de 1994 , por intermédio da Portaria No.002/CMDO/94 ,do Maj Brig do Ar
EGON REINISCH é criada a Gerência do Plano Habitacional do Sexto Comando Aéreo Regional
– GERPLAN.
Em 05 de Abril de 1994 , acontece a assinatura da Portaria NO.299/GN6 de 05 de abril
1994 , que aprovaria o Projeto Habitacional Residencial Santos Dumont.
Em 22 de Agosto de 1994, inicia-se as obras de terraplanagem; limpeza do terreno,
abertura de ruas e demarcação dos lotes , com o apoio do 2°. Batalhão Ferroviário do Exército
sediado na cidade de Araguari – MG.
Em 18 de Outubro de 1994 é aprovado o orçamento para as obras de Infra – Estrutura
de Sistema de Abastecimento de Água, Esgoto e Drenagem de Águas Pluviais , Rede Elétrica
de Alta e Baixa Tensão e Pavimentação Asfáltica.
Em 27 de Dezembro de 1994 , é aprovado, através do Decreto No.16.219, o Projeto de
Urbanismo do Parlamento do solo do “Residencial Santos Dumont’’ ,pelo
Exmo.Sr.Governador do Distrito Federal JOAQUIM DOMINGOS RORIZ.
Em Janeiro de 1995,inicia-se as Obras de Infra-Estrutura.

Em17 de Fevereiro de 1995, é publicado o edital de licitação para as obras de
construção dos imóveis residenciais.
Em 18 de Fevereiro de 1995 , a COOPERATIVA do suboficiais e Sargento de Brasília –
COOPESSAB,assina convenio No.001/VI COMAR/95, para o apoio Administrativo ao Projeto.
Em 06 de Julho de 1995,acontece a assinatura dos contratos para as obras de
construção dos imóveis residenciais(casas do tipo A1e B1;A2 e B2;A3 e B3;A4 e A5),com a
EMBRASCON S.A e (apartamentos tipo C1e C1EX;C2e C3) com CONTROL S.A.
Em 23 de Agosto de 1995, inicia-se as obras de construção das residenciais.
Em 31 de Outubro de 1995 o Projeto Habitacional “Residencial Santos Dumont’’ é
registrado no Cartório do 5° Ofícil de Registro de Imóveis do DF,tornando-se legal o novo Bairro.
Em Dezembro de 1996 data da assinatura dos primeiros contratos de vendas dos
imóveis do Residencial Santos Dumont.

Em 23 de Dezembro de 1996,dá-se a ocupação da primeira residência QRC-2 casa1
pelo Civil lotado no Gabinete do Ministro da Aeronáutica ANANIAS TAVARES FREITAS.
Em 21 de Maio de 1997 ,a COOPESSAB muda -se para sua nova sede situado no
Residencial Santos Dumont.

Em 05 de Setembro de 1997 Inaugura-se oficialmente a nova sede da
COOPESSAB.
E assim, conseguimos com muito esforço e dedicação,realizar o sonho de nossos associados o
de adquirir a casa própria em uma cidade com boa qualidade de vida e com meios e
equipamentos que permitam às nossas famílias conviverem com programas sociais,culturais e
esportivos,ampliando os horizontes, o padrão geral da cultura e aumentando o gosto pela vida.
Esta cidade, hoje materializada chama-se Residencial Santos Dumont.

Parabéns a todos àqueles que hoje administram o Residencial Santos Dumont
, que possam continuar o trabalho com sucesso, iniciado em 1987.